contato@levycam.com.br
Remessa Internacional bate recorde histórico no México!

As remessas internacionais têm se mostrado operações cambiais importantes para alguns países.

De acordo com o Banco Central do México, mais mexicanos, principalmente os que vivem nos Estados Unidos, estão enviando dinheiro para suas famílias nativas.

Comparando 2018 com o ano anterior, houve aumento de 10,53% nas remessas, chegando a um o volume recorde de US$ 33.480 bilhões. Em 2017, o montante remetido foi de US$ 30.90 bilhões, o que significou, igualmente, um recorde.

Esses números apontam como a remessa internacional acaba sendo uma das principais fontes de receita do México, incluindo as exportações de petróleo e o turismo.

Mas não é só para país latino que esse tipo de operação cambial tem sua relevância no setor financeiro.

Neste post da Levycam, conheça as vantagens da remessa e como realizá-la com segurança e dentro da legalidade!

O que é uma remessa internacional?

De forma simplificada, a remessa internacional é o nome que se dá ao procedimento legal de enviar ou receber moeda – em quantia específica – para ou de amigos, familiares ou empresas no exterior.

A pessoa ou empresa a quem você paga é conhecida como beneficiária.  Por outro lado, o banco para o qual os fundos estão sendo enviados é reconhecido como banco beneficiário.

Esse tipo de transação é muito comum em casos de famílias que pretendem enviar ajuda financeira a parentes que estudam e vivem em outros países.

Essa também é a solução quando é necessário realizar pagamentos a empresas que operam fora do país.

No Brasil, a transferência de dinheiro é regulamentada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e fiscalizada pelo Banco Central (BC).

Quais instituições podem fazer remessas internacionais?

As instituições bancárias realizam a remessa por meio da emissão de ordem de pagamento.

Decerto, outras empresas privadas possuem know-how e autorização para efetuar as transferências de dinheiro.

Há também a opção de concretizar a remessa via Correios ou pelas casas de câmbio.

No entanto, é preciso observar se a casa de câmbio escolhida para o trabalho conta com autorização do Banco Central para operar.

No caso de envios inferiores a R$ 3 mil, o remetente não é obrigado a formalizar um contrato de câmbio.

Para saber mais sobre formas de remessa e documentos necessários, confira o artigo “Remessas para o Exterior: dicas importantes de como fazer Transferências Internacionais”.

Gostou do artigo? Caso queira enviar dinheiro ao exterior, fale com os especialistas da Levycam – Corretora de Câmbio e Valores. Teremos o maior prazer em ajudá-lo no processo de envio (ou recebimento) de moeda.

Remessa Internacional bate recorde histórico no México!
5 (100%) 6 vote[s]
Fechar Menu