contato@levycam.com.br

Mercado Cambial

Câmbio – Eleições dos EUA deve dominar atenções na semana.

O dólar encerrou a última semana com valorização, a R$ 3,2270, em uma semana que foi marcada
pela forte volatilidade do mercado em meio ao noticiário econômico e também com o crescimento de
Donald Trump nas pesquisas eleitorais para a presidência dos EUA.

O grande destaque da semana, que será esvaziada do ponto de vista econômico, é justamente a
votação, marcada para terça-feira dia 8. O crescimento de Hillary Clinton nas últimas pesquisas e o
comunicado do FBI de que a candidata não cometeu crime pelo uso de sua conta pessoal de e-mail
deve trazer tranquilidade para os investidores e confirmar a vitória da democrata.

Mercado Externo

A semana traz uma agenda econômica fraca, com destaque apenas para os indicadores semanais,
como o dos estoques de petróleo e dos pedidos de auxílio-desemprego. Além disso, na sexta-feira será
divulgado o índice de confiança do consumidor da Universidade de Michigan. Com estecenário, as
eleições devem dominar os mercados.

Mercado Interno

Por aqui, além das atenções voltadas para os EUA, a política interna também tem pontos relevantes,
com o andamento da PEC do Teto no Senado e também da Reforma Política. Além disso, está prevista
a divulgação do IPCA, do IGP-M e também dos números das vendas do varejo brasileiro.

Swap

O Banco Central anunciou que irá realizar uma sessão de leilão de swap cambial reverso, marcado
para as 9h30 e com duração de 10 minutos. Serão oferecidos ao mercado um total de 5 mil contratos,
com opção de vencimento em dezembro de 2016 ou janeiro de 2017.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na quarta-feira (2) posição consolidada de US$ 376.327
milhões, sendo que terça-feira (1) a posição era de US$ 375.714 milhões. A variação foi positiva em
US$ 613 milhões.

Fonte: Enfoque
Publicado em: 05/11/2016.

Cenário Cambial – 07-11-2016
Avalie este post!

Deixe uma resposta

Fechar Menu