contato@levycam.com.br

Mercado Cambial

Câmbio – Petróleo e decisão do Copom devem determinar rumo dos negócios

O dólar comercial fechou a quarta-feira com desvalorização, negociado a R$ 3,3860, devolvendo
assim a valorização da véspera. O resultado veio mesmo com dados melhores do que o esperado da
economia americana, como a geração de vagas de trabalho no setor privado. Por outro lado, a
valorização do petróleo foi fator que favoreceu a queda da moeda americana.

Para hoje, mais uma vez o valor do barril do petróleo será um balizador dos negócios.
Além disso, atenção para o cenário político nacional e para a repercussão dos investidores
da decisão do Copom de cortar os juros para 13,75%, medida dentro do esperado pelos analistas.

Mercado Externo

A quinta-feira reserva a divulgação de alguns importantes indicadores americanos, como é o caso dos
pedidos de auxílio-desemprego e também dos gastos com construção. Além disso, o mercado aguarda
a divulgação dos dados oficiais do mercado de trabalho e a formação da equipe de governo de Donald Trump.

Mercado Interno

O dia deve começar com o mercado repercutindo a decisão do Copom em cortar os juros em 0,25
ponto percentual, o que já estava dentro do previsto. Fatores políticos devem manter o foco em
Brasília, mesmo depois da aprovação em primeiro turno da PEC do Teto no Senado.

Swap

O Banco Central não agendou nenhuma operação de swap cambial reverso para a quinta-feira, seja
para rolagem, seja para novas operações.

Reserva Cambial

As reservas cambiais do Brasil registraram na terça-feira (29) posição consolidada de US$ 372.844
milhões, sendo que segunda-feira (28) a posição era de US$ 372.905 milhões. A variação foi negativa
em US$ 61 milhões.

Fonte: Enfoque
Publicado em: 01/12/2016.

Cenário Cambial – 01-12-2016
Avalie este post!

Deixe uma resposta

Fechar Menu