Tem dúvidas sobre compra e venda de moeda estrangeira? Veja os Mitos!

Garantir a tranquilidade e segurança no momento de comprar moeda estrangeira é uma das principais preocupações de quem está planejando uma viagem ao exterior.  Buscando as melhores alternativas para efetuar essa transação com segurança e de maneira vantajosa, o turista acaba se deparando com muitas informações que confundem mais que auxiliam.

Nesse contexto, conheça alguns mitos e verdades sobre operações de compra e venda de moeda estrangeira.

– É necessário apresentar o passaporte ou cópia das passagens para efetuar as operações?

Mito

Não é necessário apresentar cópia do passaporte ou passagens. Para o cadastro junto a corretora é necessário o preenchimento de um cadastro simples de pessoa física com os dados pessoais do comprador e cópia de um documento de identificação com foto. Para operações superiores a R$ 10.000,00 Mil reais por mês, é necessário o envio da comprovação da origem legal dos recursos. Em todas as operações é emitido um boleto de Câmbio. É recomendável manter a cópia do boleto por um período de 5 anos.

 – A Receita Federal tem controle sobre as operações com CPF?

Mito

A Receita dificilmente questionará uma movimentação efetuada dentro da legalidade. Caso ocorra, resolve-se a questão disponibilizando os comprovantes da operação (boleto de câmbio).

– Existe limite para o valor da compra?

Mito

Não há limite de valor para a compra de moedas estrangeiras, desde que a origem dos recursos seja comprovada.

– Compras com doleiros oferecem riscos?

Verdade

A comercialização de moedas estrangeiras em espécie realizadas sem a emissão do boleto de câmbio é crime, já que fomenta o mercado paralelo de câmbio (o Câmbio Negro). Esse tipo de operação financia inúmeros outros crimes, como lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. Além disso, o turista pode ter problemas por correr um risco alto de adquirir moeda falsa.

– O imposto para compra de moeda de forma legal é muito alto?

Mito

Nesse caso, a Levycam esclarece que só existe a possibilidade de pagamento de imposto se o comprador adquire a moeda estrangeira, não a utiliza e vindo a vender esse montante – total ou parcialmente – com valor acima do preço inicial. Desta forma, o imposto devido será o lucro entre a diferença da aquisição e a venda da moeda, sendo pago e apurado na Declaração de Imposto de Renda Anual.

A Levycam é melhor local para adquirir sua moeda?

Verdade

Com mais de 80 anos de tradição, a Levycam é pioneira no segmento de corretagem de câmbio e conta com uma equipe qualificada, que irá atender às demandas dos clientes de maneira rápida e personalizada.

Auditada pela BDO Brazil, uma das maiores empresas de autoria do país e destaque no mercado nacional e internacional, e membro da Abracam e Ancord, a Levycam garante aos seus clientes total confiabilidade e segurança nos processos. Além disso, é credenciada pelo Banco Central do Brasil, o que permite à corretora oferecer taxas competitivas nas operações de compra e venda de moedas estrangeiras.

Confira em nosso site os diversos Serviços de câmbio e operações financeiras disponíveis e converse com um de nossos especialistas!

[btn_link url=”https://www.levycam.com.br/comprar-dolar-e-euro-cambio-turismo/” size=”medium” cls=”primary”]Cotar Dólar Turismo[/btn_link]

Se gostou de nosso Post, curta!

By | 2018-01-09T11:12:03+00:00 julho 2nd, 2015|Comprar moedas, Dólar turismo|